22 de julho de 2016

TRACATRACA ZÁS

a poesia que passa
passa ali pela janela

deixa vir o sanhaço
que deixou a sombra no ombro da árvore
(o céu atrás)

deixa vir aquele trem
que deixou no azul aquela estrada de nuvens
(o céu atrás)

a poesia que passa
passa aqui pela janela

* * *
Peter O. Sagae
passapassapoesia.blogspot.com