2 de janeiro de 2014

Oração do Galo


Lembrai-vos, Senhor,
sou eu quem faz o sol nascer!
Sou eu Vosso servo
mas a dignidade de meu trabalho
me exige um pouco de brilhantismo
e penas! Noblesse oblige...
Cócóricontudo,
sou eu Vosso servo.

Apenas não vos esquecei, Senhor,
eu faço nascer o sol! E assim sempre será!



Versos de Carmen Bernos de Gasztold (1919)
tradução de Peter O’Sagae (2013). Feliz 2014!